Fotografia de Casamentos, Gestantes, Books, Aniversários, Festas, Feiras e muito mais…

Hoje eu vou de automático!

Enviado por Goldem Fonseca
hoje_eu_vou_de_automatico.jpg
Hoje vou dar vazão a um assunto sobre o qual, um dia, comentei com a Francine sobre a minha vontade de causar um pouco de polêmica entre todos os tipos de fotógrafos, seja você um amador, entusiasta ou profissional que tem se irritado constantemente com o acesso que o avanço desenfreado tecnológico tem proporcionado a qualquer pessoa que fotografa a falsa impressão de um lugar ao sol em nossa profissão.
E o que tem nos irritado? Simples. O uso do modo automático. Será que é algo tão nefasto o uso dessa opção? Será que, enquanto fotógrafo, você só pode e deve fazer o uso dos modos manual ou semiautomáticos (prioridade de abertura e prioridade de velocidade), pois só assim você será legitimado como profissional? Assunto espinhoso esse, porém acredito que existam dois lados, uma dicotomia para esse assunto.
abc_fotografia.png
O lado ruim em se utilizar o modo automático é quando ele vem a ser sua única opção para fotografar. Nesse caso, acredito, a pessoa está mais preocupada em ter uma cara e bela câmera a fazer uma foto que realmente signifique algo. Ela não explora nem conhece os benefícios de seu equipamento, tampouco estuda sobre fotografia para melhor capturar as ideias que estão circulando em sua mente. Assim, acaba fazendo fotografias que nem ela mesma entende, com elementos que fazem qualquer um perder tempo procurando o assunto principal, se assim houver, ao ver a fotografia. Se tivesse estudado, já teria descoberto que apontar displicentemente a câmera para a cena pode escurecer ou clarear demais o assunto e arruinar a fotografia, para citar apenas um exemplo. Como consequência, a pessoa se acha incapaz de fazer uma boa fotografia por pensar que não tem aptidão, e acaba perdendo registros importantes de sua vida, acreditando piamente que apenas fotógrafos profissionais são capazes disso.
Vamos parar um momento aqui e meditar uma coisa: sentir-se capaz de que? De nada. Não estudou, não explorou sua câmera, só se preocupou em comprar um equipamento caro; é claro que isso resultaria em fotografias ruins. A única coisa que lhe resta é contar com a sorte todas as vezes que pressiona o disparador.
Agora, responda rapidamente: você sabe qual o lado bom em se utilizar o modo automático da câmera?  É quando esse modo é uma das muitas opções que a pessoa conhece e sabe utilizar, mas acabou optando por ele. Nesses casos, o fotógrafo já possui um repertório que o deixa coma mente automática e apta a encontrar a melhor reunião entre os elementos de composição(luz, cores, contraste, formas, posicionamento, etc.).
hoje_eu_vou_de_automatico_6.jpg
hoje_eu_vou_de_automatico_7.jpg
hoje_eu_vou_de_automatico_8.jpg
Digo isso em razão de ter feitos fotos durante minha visita às Cataratas do Iguaçu nesse fim de semana usando somente o meu iPod (com a opção de HDR, depois transformadas as imagens em PB no Photoshop). O resultado são as fotos que ilustram esse texto. Para os incautos, a captação desse aparelho é apenas automática. Com isso, tive uma maior liberdade para explorar melhor a composição das minhas imagens, em parar e observar com mais cuidado os elementos que fariam parte de minha fotografia: se seria em contraluz ou não; se me agacharia ou subiria alguns degraus a mais; quais formas geométricas seriam incluídas. Todas essas opções me exigiram uma decisão, mesmo que apenas segundos antes de pressionar o botão, pois eu estava preocupado em registrar belas cenas de belos momentos.
Isso só me foi possível porque sempre estudei sobre fotografia, pratiquei e principalmente por sempre querer contar uma história por fotografia. Nunca esperei que uma câmera fotográfica me entregasse automaticamente as ideias que circulam em minha mente – afinal, ela só registra qualquer coisa apenas depois de apertarmos o botão de disparo.
Termino apenas salientando que nem tudo em fotografia pode/deve ser feito no automático, cabendo o fotógrafo se adequar corretamente em cada nova situação. E, independente de qual modo você lança mão, o mais importante é produzir boas fotografias.
 
hoje_eu_vou_de_automatico_2.jpg
hoje_eu_vou_de_automatico_3.jpg
hoje_eu_vou_de_automatico_9.jpg
hoje_eu_vou_de_automatico_1.jpg
hoje_eu_vou_de_automatico_5.jpg
 

goldem_fonseca.jpg

 Goldem Fonseca

 

 

Fonte: http://fotografeumaideia.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s