Fotografia de Casamentos, Gestantes, Books, Aniversários, Festas, Feiras e muito mais…

As boas, as péssimas e as insanas surpresas do novo Flickr

flickr001

Já faz algum tempo que a Yahoo! vem tentando recuperar seu status na web e desta vez a empresa anunciou duas novidades na mesma semana: a compra do Tumblr e o novo formato do Flickr. De cara nova, aquele que já foi o maior site para compartilhamentos de imagens pela rede tenta se reerguer apostando em tamanho: tanto o das imagens, quanto o de armazenamento.

A oferta de 1 terabyte de armazenamento free para todos os usuários (sem taxas adicionais) sem dúvida conquistou a atenção daqueles usuários que há muito já haviam abandonado a plataforma. Ao visitarem o site, os mesmos foram bombardeados por um layout totalmente redesenhado com imagens bonitas, organizadas e grandes (e diferentes) o suficiente para gerar — acima de amor, resgate ou repulsa — muito barulho pela rede.

Queremos que o Flickr seja a ferramenta mais incrível para que você compartilhe suas fotos. Para isso, estamos revelando novo e lindo design que coloca suas fotos no coração da sua experiência com o Flickr, que é onde elas sempre deveriam estar.

Flickr Blog

A primeira impressão que temos do novo site é a tela inicial do usuário. As miniaturas que organizavam ofeed deram espaço à imagens grandes (que às vezes são preenchidas por miniaturas, quando o contato faz mais de uma atualização recente). A disposição das fotos remete instantaneamente ao último formato que o Flickr Explore apresentou (antes da mudança) ou, para encontrarmos um exemplo mais conhecido, aos álbuns do Facebook.
flick03
A rede social de Mark Zuckerberg também parece ter inspirado o design do photostream no novo Flickr. Agora é possível (como também aconteceu com o Google+) definir uma foto de capa para sua página. Em 1418 por 189 pixels, a capa exibe (além da foto) o nome do usuário, quantas fotos ele tem no Flickr (e desde quando ele é membro), bem como outros menus do site. O total de visitas do photostream, antes exibido e comemorado pelos membros quando os números eram altos, também foi removido. Outra mudança diz respeito à paginação que quase não é mais necessária: ao rolar a exibição das fotos, novas imagens são carregadas (o que também já acontecia no Flickr Explore) o que colabora para o impacto visual das imagens.

flickr01

flickr02

Impacto parece mesmo ser a palavra de ordem do novo Flickr e talvez seja por isso que o tradicional branco, azul e rosa foi praticamente todo substituído pelo preto: dos menus às fotos. Desde o início, os usuários buscavam alternativas para visualizar suas fotos com o destaque que apenas as bordas pretas podem oferecer e em sua última mudança (em junho de 2010) o Flickr incorporou aquela lightbox que expandia a imagem à uma tela nova e toda preta. Desta vez, a tela branca não existe mais, ao visualizar uma imagem isoladamente, uma borda preta toma conta de toda a parte acima da quebra de página oferecendo este tão sonhado destaque; abaixo da “dobra” é possível comentar, favoritar e continuar com as atividades que estávamos acostumados. O visual dos grupos e comunidades, bem como o Organizador de fotos também continuam como estavam.

Além das mudanças do layout, outra surpresa também deixou em sobressalto os usuários: a extinção das contas Pro. Com as novas atualizações, todos os usuários tem direito a 1TB de uploads (antes eram apenas 200 fotos disponíveis na galeria) e as fotos ainda podem alcançar o tamanho máximo de 200MB (antes eram apenas 10MB para os usuários free). Criar coleções de sets também era uma vantagem oferecida apenas aos usuários Pro, e a partir de agora as imagens podem ser enviadas para 60 grupos diferentes e os vídeos deixam de ter apenas 60 segundos e conquistam os três minutos de exibição (e o limite de 1GB cada!). Não há dúvidas que esta drástica mudança de armazenamento visa beneficiar outro parceiro do Flickr: o rentável Getty Images, que busca na plataforma colaboradores (agora com imagens maiores e de ótima qualidade) para suas coleções.

Substituir fotos e acompanhar estatísticas ainda continuam sendo vantagens dos usuários (que até então eram Pro) e embora os planos tradicionais não existam mais e, por isso, não possam ser renovados, o Flickr ainda promete novidades para aqueles que não abrem mão de um diferencial: dois planos insanos de assinaturas — um para remover propagandas (pelo dobro do preço do antigo “Pro” para, repito, apenas remover propagandas) ou um exorbitante valor de 500$ por mais um TB de espaço. O saudoso programa “Gift of Pro” também foi extinto.

Flickr_-Upgrade-Page

E aí, quem gostou das mudanças e vai regressar ao universo azul e rosa?

Aproveito para convidar para verem o meu novo flikr:

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s