Fotografia de Casamentos, Gestantes, Books, Aniversários, Festas, Feiras e muito mais…

Exposição com imagens do fotógrafo alemão Fritz Hofmann abre domingo em Barra Velha

O retratista registrou, com seus equipamentos rudimentares, a primeira panorâmica de Joinville

 

Exposição com imagens do fotógrafo alemão Fritz Hofmann abre domingo em Barra Velha Fritz Hofmann/Divulgação

Foto de uma família de colonos alemães que posou para Fritz Hofmann em 1904, na cidade Hansa Humbolt (atual Corupá)Foto: Fritz Hofmann / Divulgação

Ainda que goste de fotografia, você dificilmente tem ideia de quem registrou a primeira panorâmica de Joinville, certo? Pois a imagem foi produzida em 1912, a partir da chaminé da indústria Wetzel, pelo alemão Frederico (Fritz) Hoffman – na época, já instalado com seu ateliê fotográfico na cidade.

De 13 de outubro a 3 de março de 2014, entre 14 e 17 horas, ocorre na sede da Associação Comunitária para o Desenvolvimento de Itajubá (ACDI), em Barra Velha, uma exposição com imagens do profissional, que foi um dos primeiros fotógrafos da região Norte catarinense.

Fritz imigrou para o Brasil em meados de 1903 e passou a morar em São Francisco do Sul. Entre 1904 a 1907, habitou Ansa Humboldt (atual Corupá), até que veio para Joinville. Era adepto do registro posado e captou com suas lentes, principalmente, o desenvolvimento das cidades por onde passou e a chegada e fixação dos colonizadores alemães.

Em 1929, por exemplo, o retratista eternizou uma importante tradição ao fotografar um navio que trazia imigrantes alemães para Santa Catarina. Trata-se do Batismo de Netuno, uma cerimônia na qual o comandante das embarcações “batiza” os tripulantes que cruzam a linha do Equador pela primeira vez. As motivações para a origem do ritual, de acordo com o historiador José Carlos Fagundes, são diversas.

— Uma das versões mais aceitas é que, abaixo do Equador, os navegadores ingressariam em mar tenebroso, povoado por animais asquerosos que poderiam, inclusive, sugá-los. Neste espaço de mistério e desconhecimento, marinheiros passaram a realizar um rito homenageando Netuno, Deus dos Mares na mitologia romana. Já as versões contemporâneas são mais humorísticas, não correspondem àqueles momentos de tensão e medo das antigas viagens.

Parte do acervo do artista foi encontrada por José Carlos, que se tornou curador do material. Futuramente, ele pretende doar os originais para o Arquivo Histórico de Joinville, a fim de garantir a preservação e conservação do acervo. Sua expectativa é que, durante o verão, muitos turistas visitem a mostra.

O QUÊ: exposição fotográfica de Fritz Hoffman.
QUANDO: 13 de outubro a 3 de março de 2014, das 14 às 17 horas, de segunda a sábado.
ONDE: sede da Associação Comunitária para o Desenvolvimento de Itajubá (rua José Quintino Pereira, Itajubá, Barra Velha).
QUANTO: entrada gratuita

 

Fonte: http://diariocatarinense.clicrbs.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s