Fotografia de Casamentos, Gestantes, Books, Aniversários, Festas, Feiras e muito mais…

Aproveite melhor sua DSLR

Quatro recursos que você possivelmente não explora na sua câmera digital reflex

Cansado das fotos em baixa qualidade dos celulares e da falta de opções das câmeras automáticas, você economizou dinheiro e comprou uma tão sonhada DSLR. Os modelos com lentes intercambiáveis e sensores de melhor qualidade com certeza são o primeiro passo para quem é apaixonado por fotografia e deseja soltar a criatividade nessa arte. Mas, para o investimento realmente valer a pena, é preciso explorar todas as possibilidades do equipamento. Selecionamos quatro recursos pouco conhecidos e explorados nas câmeras da categoria que ajudam a conseguir melhores resultados.

1. Modo automático criativo

Se existe uma mistura entre os modos Manual e Automático da câmera, ela é chamada de Program Mode. A função representada pela letra P nas opções de captura define a velocidade de disparo, a abertura da lente e a sensibilidade ISO automaticamente. A vantagem é que ainda assim dá para ter maior controle criativo com o recurso: o flash é acionado manualmente, assim como o equilíbrio de branco, a exposição e o ISO, caso seja conveniente.

2. Preview da profundidade de campo

O visor da câmera mostra como a imagem será gravada, mas não necessariamente como ficará depois do clique. Isso acontece porque as várias opções de captura não são reproduzidas nesta pré-visualização de maneira muito fiel, incluindo a profundidade de campo. Para quem não sabe, é a profundidade de campo que possibilita os efeitos de desfoque do fundo, como o Bokeh. O segredo é que a maioria das DSLR traz um pequeno botão para pré-visualizar o efeito pelo visor. Alguns usuários desconhecem o recurso porque os fabricantes, entre eles Canon e Nikon, colocam o botão na frente da câmera.

3. Instagram na DSLR

A possibilidade de instalar filtros de cor nas DSLR deixa qualquer aparelho com Instagram no chinelo. Na linha Canon, o recurso é denominado Picture Styles. Nos equipamentos Nikon, tem o nome Picture Control. Com ele, é possível usar diversos estilos para ter a foto desejada sem precisar usar um programa de edição depois. E não estamos falando apenas de filtro retrô. Alguns ajudam a realçar cores, traços e até simular HDR. Alguns modelos de DSLR já vêm com estilos predefinidos, e eles ainda podem ser personalizados. É o caso do modo preto e branco. Mas o que é mais interessante é que é possível baixar outros estilos e instalá-los na câmera. No caso da Canon, o software que permite fazer essa instalação é o EOS Utility, que vem com o equipamento e também pode ser baixado do site da empresa.

4. Um foco diferente

O foco automático é acionado quando se aperta o botão de disparo até o meio. Em algumas situações, no entanto, essa característica pode ser incômoda. Quando é preciso fixar o foco em um ponto para fazer várias fotos da mesma cena, por exemplo, pressioná-lo a cada disparo pode gerar imagens diferentes entre si. Para esses casos, vários modelos de DSLR oferecem a opção de foco em um botão traseiro. A função pode ser acionada pelo menu do equipamento, e é preciso chegar a equivalência do botão para cada modelo. Na EOS Rebel 550D (T2i), da Canon, acesse Menu > Ferramentas III (ícone ao lado da opção representada por um asterisco) > Funções Personalizadas. Selecione o número 9 e aperte SET. Escolha a opção 1: Bloqueio AE/ AF e aperte SET novamente. Feito isso, a função de autofoco passa para o botão com a legenda do asterisco, o mesmo que diminui o zoom do visor.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s