Fotografia de Casamentos, Gestantes, Books, Aniversários, Festas, Feiras e muito mais…

Lentes da Canon: desvendando as abreviaturas (I)

Há um tempo, neste artigo aqui, falamos sobre as lentes Nikkor, sobre as suas abreviaturas e sobre as compatibilidades. Sobre essa matéria da compatibilidade para Canon também falamos anteriormente, neste outro artigo aqui, mas hoje eu gostaria de aprofundar um bocadinho mais, precisamente na questão das abreviaturas. Enfim, na terminologia. Como é um tema longo, vou dividir em dois e tentar fazer os dois artigos fundamentais para qualquer fotógrafo que for comprar uma lente da Canon. No final desses dois artigos, veremos se fui capaz!

1. Objetivas FD

As objetivas FD foram desenhadas antes da entrada na cena da série EOS, mas são compatíveis com todas as câmeras digitais atuais da Canon através do adaptador correspondente, o que as torna muito versáteis relativamente a outras lentes da própria companhia, com mais restrições.

 

2. Objetivas EF e EF-S

As lentes EF são uma série de mais de 60 objetivas vocacionadas para câmeras SLR e DSLR (elas são o formato por defeto para a série de câmeras EOS) que abrangem distâncias focais a partir de 8 mm até 1200mm. Foram começadas a construir em 1987 com um desenho que permitia a focagem automática (EF = Electro focus) graças a um pequeno motor embutido no corpo da objetiva (em lugar de no corpo da câmera, com as séries predecessoras) e comunicado com a câmera por meio de contatos eletrônicos no encaixe da baioneta. Ainda, várias lentes EF incluíram também outras inovações, como o motor ultrassónico (USM), o sistema de estabilização da imagem (IS) ou a ótica difrativa (DO), o que faz com que essas siglas possam aparecer lado com lado com a referida EF.


Por sua vez, as lentes EF-S (Electro Focus – Short back focus) foram uma evolução posterior (desde 2003), com distâncias entre 10mm e 250mm, desenhadas para um melhor relacionamento com as câmeras da Canon com sensor APS-C. Daí as câmeras APS-C suportarem também lentes EF, mas, ao mesmo tempo, serem as únicas que suportam este tipo de lentes EF-S, pois nelas há mais espaço para aproximar a lente do sensor da câmera, reduzindo o espaço que recebe o nome de distância de brida.

3. Objetivas EF-M

A entrada em jogo das câmeras mirroless (sem espelho) possibilitou em 2012 mais uma nova evolução da série EF. As EF-M são uma variação das lentes EF utilizadas já nessas câmeras, mas adaptadas para darem uma distância de brida de 18mm em lugar dos 44mm das EF e EF-S. Ao estarem destinadas a distâncias tão reduzidas e para câmeras APS-C sem espelho, há que levar em conta o fator de multiplicação (crop factor) que, no caso, é 1.6x — exatamente o mesmo que as lentes EF-S.



E, atenção! Lentes EF-M podem ser utilizadas apenas em câmeras da série mirroless, mas essa série é capaz de montar lentes de séries anteriores (EF e EF-S) se empregado um adaptador fabricado pela própria Canon. Ainda, devido à novidade da série mirrorless (Canon EOS M), a oferta de lentes EF-M é muito reduzida, o que faz com que seja necessário ainda empregar esse adaptador e, com ele, lentes das séries que já falamos.

4. Objetivas L

Os usuários mais curiosos também terão visto as lentes Canon L. Quem pesquisar topará uma informação que se repete em muitos sites e blogues como a Fototekne, relacionando o L com a palavra «Luxury». Pois é: provavelmente não dá para tanta festa, mas com certeza as lentes da série L oferecem uma qualidade excepcional em todos os parâmetros que formos comparar. Outra versão que vocês poderão também topar na rede assegura que o L refere a palavra «low», relativa à baixa dispersão desta série de lentes ao incluírem elementos de lente UD (difícil? continue a ler para ficar sabendo!)

Em qualquer caso, é uma série larga, com objetivas de linha profissional que vão de 8mm a 1200mm e com diafragmas a partir de f/1, como era de esperar. Adicione a isso mais luminosidade, menos aberração cromática, mais nitidez, e assim por diante para ficar sabendo os argumentos deste tipo de modelos L para defenderem seu prezo engasgador!



E depois?

Você chegou aqui lendo e já sabe o que são lentes FD, EF, EF-S, EF-M e L. Eis as principais nomenclaturas da Canon para suas objetivas. Mas ainda ficam várias outras abreviaturas empregadas pelo fabricante japonês por desvendar. Isso eu farei no próximo artigo, tal como prometi. Nele é que vamos ver as lentes UD, IS, USM, DO, FTM, STM, TS-E e MP-E, e o modo como são combinadas com as que aqui já tratamos. Daí eu recomendar para quem estiver interessado mesmo subscrever nossa newsletter gratuíta da para ficar por dentro e não perder esse artigo, nem outros interessantes posts da Fototekne.com.

 

Fonte: http://www.fototekne.com

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s