Fotografia de Casamentos, Gestantes, Books, Aniversários, Festas, Feiras e muito mais…

Prémio de Fotojornalismo da Estação Imagem mostra-se no Porto e procura apoios

A exposição alusiva aos galardões entregues este ano e que abre, no sábado, no Porto, ficando patente até 28 de setembro no CPF, ainda é financiada pelo município alentejano

A exposição da edição deste ano do Prémio de Fotojornalismo Estação Imagem|Mora é inaugurada, este sábado, no Centro Português de Fotografia (CPF), no Porto, numa altura em que a organização procura novo parceiro para financiar o galardão.

“A Câmara de Mora apoiou o prémio durante cinco anos, mas comunicou-nos que vai deixar de o fazer, por motivos financeiros”, disse hoje à agência Lusa Luís Vasconcelos, diretor da Estação Imagem, promotora da iniciativa.

A exposição alusiva aos galardões entregues este ano e que abre, no sábado, no Porto, ficando patente até 28 de setembro no CPF, ainda é financiada pelo município alentejano.

O mesmo acontece com a outra mostra que a Estação Imagem inaugura no CPF, no mesmo dia, “Caça Grossa”, resultante da bolsa do Prémio de Fotojornalismo do ano passado atribuída ao fotógrafo António Pedrosa.

“As exposições dos trabalhos deste ano e da bolsa de António Pedrosa foram concebidas com o financiamento da Câmara de Mora, que suportou também a edição do livro do prémio deste ano e vai ainda assumir, em 2015, a exposição com a bolsa de 2014”, resumiu Luís Vasconcelos.

Mas, apesar de o fim do patrocínio da autarquia alentejana não implicar a suspensão do prémio, pois, este só arranca no final de cada ano, é altura de a associação Estação Imagem procurar novo parceiro financeiro.

“Vemos com tristeza esta decisão de Mora, mas cumpriu o compromisso que tinha connosco. Agora, vamos precisar que uma entidade privada ou pública, de qualquer zona do país, nos apoie para podermos fazer o prémio para o ano que vem”, realçou o diretor da associação.

Lembrando que o prémio da Estação Imagem, exclusivamente dedicado à reportagem fotográfica, é “o único do país na área do fotojornalismo”, Luís Vasconcelos considerou “muito importante” que a iniciativa não acabe, não só para os profissionais do setor, mas “para a imprensa portuguesa e para mostrar o que se passa” em Portugal.

Contactado pela Lusa, o presidente da Câmara de Mora, Luís Simão, confirmou que, por “dificuldades financeiras”, a autarquia decidiu “prescindir do patrocínio total” do prémio, mas manifestou disponibilidade para “continuar a apoiar” a iniciativa “parcialmente”.

“Temos tido cortes financeiros todos os anos. A Câmara de Mora tem uma saúde financeira estável e invejável, mas, para que tal continue, tivemos que fazer opções”, frisou.

A exposição do Prémio de Fotojornalismo Estação Imagem|Mora 2014 vai mostrar, no Porto, 26 painéis de grandes dimensões com várias fotografias dos premiados deste ano.

O principal galardão desta edição foi conquistado pelo fotojornalista da Lusa Mário Cruz, com a reportagem “Cegueira Recente”, tendo o júri internacional premiado fotojornalistas noutras sete categorias temáticas.

Um total de 386 reportagens foi submetido por 139 fotógrafos à edição 2014 do prémio. No conjunto das cinco edições, o concurso recebeu já quase 30 mil fotografias, num total 2.471 reportagens, apresentadas por 817 fotojornalistas.

*Este artigo foi escrito ao abrigo do novo acordo ortográfico aplicado pela agência Lusa

 

Fonte: http://www.ionline.pt

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s