Fotografia de Casamentos, Gestantes, Books, Aniversários, Festas, Feiras e muito mais…

Porto de Paranaguá recebe exposição do fotógrafo Jesus Santoro

A Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) abre nesta segunda-feira (23), na sede do Porto de Paranaguá, a exposição “Jesus Santoro – A Revelação de Um Mestre”. Foto: Appa

A Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) abre nesta segunda-feira (23), na sede do Porto de Paranaguá, a exposição “Jesus Santoro – A Revelação de Um Mestre”. Organizada pelo Museu da Imagem e do Som do Paraná (MIS/PR), a mostra tem curadoria do também fotógrafo João Urban.

Entre as fotos expostas em Paranaguá, várias são do Porto e da Baía de Antonia. Para o diretor do porto de Antonina, Luis Carlos de Souza, permitir que a população do litoral conheça com mais profundidade o trabalho deste artista é um privilégio.

“O espaço cultural que inauguramos em Paranaguá para receber exposições é um espaço para dar amplitude ao trabalho de artistas bastante reconhecidos ou não, permitindo que o povo do Litoral possa ter acesso às exposições que passam pela Capital do Estado”, afirmou.

HISTÓRIA – A exposição é a primeira dedicada à arte quase desconhecida de Santoro, que influenciou grandes nomes da fotografia no Paraná, mas cujo trabalho foi pouco difundido em vida. Sua obra pertence atualmente ao acervo do MIS e totaliza mais de 23 mil negativos fotográficos. A mostra revela ao público uma parte significativa do apuro técnico e da sensibilidade artística do fotógrafo, que morreu em 2003.

Jesus Santoro era mineiro, passou por São Paulo e em meados de 1950 chegou ao Paraná. Autodidata, aprendeu a fotografar observando. Seus trabalhos destacam-se pelo enquadramento preciso e a percepção da luz, características inerentes ao artista, que também possuía inúmeras habilidades – projetava estandes para exposições, esculpia, modelava, desenhava e retocava fotografias.

Santoro gostava muito de cinema e fez a direção de fotografia do primeiro filme de Sylvio Back, “As Moradas” (1964). Em meados de 1970 deixou a sociedade da empresa Prisma Realizações, que comandou junto com Francisco Kava. Depois de ter vários restaurantes e um pequeno ateliê de artesanato, terminou sua vida ao pé da Serra do Mar, onde fazia suas peças, vendia milho cozido e recebia poucos e fiéis amigos. Morreu só, mas deixou um grande legado que nunca foi exposto enquanto viveu.

Saiba mais sobre o trabalho do governo do Estado em: http:///www.facebook.com/governopr e http://www.pr.gov.br

Serviço:

Mostra “Jesus Santoro – A Revelação de Um Mestre”

Data: de 23/07 a 01/08 de 2014

Local: Hall da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina – Av. Ayrton Senna da Silva, 161 Paranaguá

Horário de visitação: de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h

Entrada gratuita

 

Fonte: http://www.aen.pr.gov.br

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s