Fotografia de Casamentos, Gestantes, Books, Aniversários, Festas, Feiras e muito mais…

Exposição no Recife documenta folguedo sergipano Barco de Fogo

Fotógrafo Márcio Garcez acompanhou trabalho dos fogueteiros em detalhes.
Mostra entra em cartaz nesta segunda, na Torre Malakoff.

Do G1 PE

Exposição do fotógrafo Márcio Garcez revela folguedo sergipano Barco de Fogo. (Foto: Márcio Garcez / Divulgação)
Exposição documental do fotógrafo Márcio Garcez revela folguedo sergipano Barco de Fogo.
(Foto: Márcio Garcez / Divulgação)

Todo o processo de uma das mais belas tradições populares sergipanas, o Barco de Fogo, está revelado, a partir de hoje, numa exposição documental fotográfica na Torre Malakoff. O fotógrafo Márcio Garcez ocupa a sala Alcir Lacerda para contar a história do folguedo, através de 42 fotos, nas dimensões 60 x 40 cm. A abertura da mostra está marcada para as 19h, e a entrada é aberta ao público. A visitação à Torre Malakoff pode ser feita de terça a sexta-feira, das 10h às 18h, aos sábados das 15h às 18h, e, aos domingos, das 15h às 19h.

Garcez registrou durante três anos os processos de feitura e apresentação do Barco de Fogo. A brincadeira popular mistura fogos de artifício e artesanato e é realizada durante o período junino em Estância, município a 70 quilômetros de Aracaju. Consiste numa espécie de ‘corrida’ de barcos, pendurados num fio de arame de cerca de 300 metros de extensão. O ‘motor’ das embarcações são os foguetes, que queimam e fazem a alegoria ir e voltar, suspensa no fio. Ao final das exibições, é eleito o melhor fogueteiro. A comissão julgadora avalia critérios como queima correta dos foguetes, estrelinhas e chuvinhas, cumprimento do percurso, peso, dimensões e beleza.

O fotógrafo acompanhou toda a feitura dos barcos, até as apresentações, num registro de quase 15 mil fotos, em mais de 15 viagens ao município. “O processo começa em dezembro, na busca pelo bambu na mata, que tem um período certo da lua para acontecer, para que o bambu não rache. Ele tem um papel importante porque serve como suporte para a espada, que é o motor do barco”, conta Garcez, que quando criança ia a Estância comprar os foguetes para brincar. De acordo com ele, o folguedo Barco de Fogo está em processo de ser reconhecido como patrimônio imaterial do estado de Sergipe, através do Iphan.

Serviço
Exposição Barco de Fogo, do fotógrafo sergipano Márcio Garcez
Abertura: Segunda-feira (22), às 19h
Torre Malakoff – Praça do Arsenal, s/n, Bairro do Recife
Visitação: de terça a sexta, das 10h às 18h; sábados, das 15h às 18h; domingos, das 15h às 19h.
Entrada gratuita
Mais informações: (81) 3184.3180

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s