Fotografia de Casamentos, Gestantes, Books, Aniversários, Festas, Feiras e muito mais…

Fotógrafo usa filmes vencidos há 20 anos e vê interação de cenas e fungos

Guilherme Maranhão inaugura exposição neste sábado (7) em São Paulo.
Ao G1, ele contou sobre sua história com o filme fotográfico usado na série.

Fábio Tito

Do G1, em São Paulo

 Em 1994, uma lata de filmes fotográficos com data de validade vencida vindos da extinta União Soviética chegava ao Brasil em um contêiner com o destino já traçado: ser aberta e usada apenas duas décadas depois. Ou ao menos é o que parece ao conhecermos a história por trás da mostra “Travessia”, do fotógrafo Guilherme Maranhão, exposta ao público a partir de sábado (7) em São Paulo.

Eu vejo uma relação nessa que é uma de diversas coincidências. É como se esse filme estivesse me esperando há 20 anos para que eu o usasse, se deteriorando enquanto isso”
Guilherme Maranhão, fotógrafo

Conhecido e premiado por projetos que envolvem experimentos fotográficos, Guilherme falou sobre “Travessia” ao G1 na Casa da Imagem, entre as obras já montadas antes da abertura da exposição. Ele lembra que aos 17 anos de idade, quando começava a se aventurar na fotografia, a chegada do carregamento de filmes vencidos da fábrica tcheca Foma foi uma ótima notícia.

“Tudo que era do leste europeu era visto como pior do que é hoje. Uma lata de filme Kodak era vendida em média a uns R$ 90, e essas chegaram a R$ 10. Muita gente comprou. E eu, que me virava só com mesada, comprei umas dez. Mas usei tudo no ano seguinte”, conta.

Em 2011, um amigo de Guilherme que também tinha aproveitado a promoção do contêiner (quando eles sequer se conheciam) descobriu uma das latas que comprou abandonada em um armário, ainda fechada. E resolveu presentear o amigo. “Eu vejo uma relação nessa que é uma de diversas coincidências. É como se esse filme estivesse me esperando há 20 anos para que eu o usasse, se deteriorando enquanto isso”, afirma o fotógrafo.

O fotógrafo Guilherme Maranhão entre fotos de sua mostra 'Travessia', exposta na Casa da Imagem a partir deste sábado (7) (Foto: Fábio Tito/G1)
O fotógrafo Guilherme Maranhão entre fotos de sua mostra ‘Travessia’, exposta na Casa da Imagem a partir deste sábado (7) (Foto: Fábio Tito/G1)

Depois de fazer alguns testes e ver o resultado das manchas e fungos após a revelação, ele resolveu levar 12 rolos do filme em uma viagem a Nova York, San Francisco e Napa Valley, lugares onde realizou a série. “Fotografei mais vegetação, esperando que a interação com os fungos fosse funcionar melhor. E cada foto eu fazia umas cinco, seis vezes, pra ter mais chances de conseguir um resultado interessante”, explica.

“Travessia” foi o projeto vencedor do Prêmio Marc Ferrez Funarte 2014, o que possibilitou a realização da exposição e a produção de um livro, o primeiro do fotógrafo, também lançado na inauguração neste sábado. A curadoria da mostra é de Fausto Chermont.

Travessia, de Guilherme Maranhão
Curadoria: Fausto Chermont
Abertura: neste sábado (7), a partir das 11h
Período: de 8 de março a 21 de junho de 2015
Horário: Terça-feira a domingo, das 9h às 17h
Local: Casa da Imagem – Rua Roberto Simonsen, 136 B – Centro, São Paulo

Foto da série 'Travessia', de Guilherme Maranhão que fica exposta na Casa da Imagem até 21 de junho (Foto: Guilherme Maranhão/Divulgação)
Foto da série ‘Travessia’, de Guilherme Maranhão que fica exposta na Casa da Imagem até 21 de junho (Foto: Guilherme Maranhão/Divulgação)
Foto da série 'Travessia', de Guilherme Maranhão que fica exposta na Casa da Imagem até 21 de junho (Foto: Guilherme Maranhão/Divulgação)
Foto da série ‘Travessia’, de Guilherme Maranhão que fica exposta na Casa da Imagem até 21 de junho (Foto: Guilherme Maranhão/Divulgação)
Foto da série 'Travessia', de Guilherme Maranhão que fica exposta na Casa da Imagem até 21 de junho (Foto: Guilherme Maranhão/Divulgação)
Foto da série ‘Travessia’, de Guilherme Maranhão que fica exposta na Casa da Imagem até 21 de junho (Foto: Guilherme Maranhão/Divulgação)
Foto da série 'Travessia', de Guilherme Maranhão que fica exposta na Casa da Imagem até 21 de junho (Foto: Guilherme Maranhão/Divulgação)
Foto da série ‘Travessia’, de Guilherme Maranhão que fica exposta na Casa da Imagem até 21 de junho (Foto: Guilherme Maranhão/Divulgação)
Mostra 'Travessia', de Guilherme Maranhão, traz 31 imagens expostas na Casa da Imagem, em São Paulo (Foto: Fábio Tito/G1)
Mostra ‘Travessia’, de Guilherme Maranhão, traz 31 imagens expostas na Casa da Imagem, em São Paulo (Foto: Fábio Tito/G1)
Curadoria da exposição é de Fausto Chermont, que segundo Maranhão acompanhou o trabalho 'desde que ele nasceu' (Foto: Fábio Tito/G1)
Curadoria da exposição é de Fausto Chermont, que segundo Maranhão acompanhou o trabalho ‘desde que ele nasceu’ (Foto: Fábio Tito/G1)
Além da mostra, o livro 'Travessia' também será lançado no sábado e traz mais imagens do que a mostra: 63 no total (Foto: Fábio Tito/G1)
Além da mostra, o livro ‘Travessia’ também será lançado no sábado e traz mais imagens do que a mostra: 63 no total (Foto: Fábio Tito/G1)
A Casa da Imagem fica na região central de São Paulo, ao lado do Pátio do Colégio (Foto: Fábio Tito/G1)
A Casa da Imagem fica na região central de São Paulo, ao lado do Pátio do Colégio (Foto: Fábio Tito/G1)
Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s