Fotografia de Casamentos, Gestantes, Books, Aniversários, Festas, Feiras e muito mais…

Posts com tag “iphone

Fotógrafo profissional mostra do que a câmera do iPhone 6 é capaz

Por

 

Islândia é um país pouco conhecido por nós, mas as paisagens geladas de lá são surpreendentemente belas. Se você desconfia do que estamos falando, temos certeza de que você vai mudar de ideia depois de conferir os detalhes das fotografias que trouxemos nesta matéria. Elas foram capturadas por um fotógrafo profissional chamado Austin Mann com o auxílio dos novos smartphonesiPhone 6 e iPhone 6 Plus.

 

O site The Verge relembra: “A Apple quer destruir suas câmera point-and-shoot, sua filmadora caseira e talvez até a sua câmera DSLR”. Não é à toa que a empresa investiu tanto em melhorias para a câmera dos novos aparelhos. Os resultados desse investimento você pode ver logo abaixo deste parágrafo. São vários exemplos de imagens sem nenhuma edição e também editadas com apps do próprio aparelho.

Focus Fixels

Austin Mann disse em sua análise que o Focus Pixels dos iPhones é mesmo impressionante. Ele afirma que as fotografias e vídeos capturados com o equipamento tiveram grandes resultados, mesmo em ambientes escuros. Ele ainda é bem enfático ao dizer que foram muito raros os casos em que o foco foi mudado da maneira errada, informando que a velocidade do foco automático também merece destaque.

Controle de exposição

Os métodos de controle de exposição apresentados pelo iOS 8 são bem aproveitados no iPhone 6. Mann afirma que isso não é um recurso interessante somente por questões estéticas, mas porque ele realmente permite melhores resultados em ambientes mais escuros — dessa forma é possível reduzir o tempo de abertura do obturador para que os tremores também sejam menos presentes.

Utilização técnica

Há alguns métodos de fotografia que vão bem além do ato de pressionar um botão. Austin Mann diz que isso também vale para o iPhone 6, principalmente em fotografias mais técnicas. É o caso das imagens Macro, que também foram analisadas por ele. O fotógrafo diz que a utilização de exposição e foco automáticos é uma boa saída para esses casos, pois o processador veloz do aparelho corrige boa parte das falhas que possam acontecer.

Segundo ele, basta “travar” o foco em algum ponto da imagem. Depois disso, a câmera pode ser movida em distâncias curtas e não há perda de qualidade ou ponto focal. A profundidade de campo também permanece estável nesses casos e isso pode ser uma excelente notícia para grande parte das pessoas que gosta de capturar imagens de objetos pequenos, insetos e similares.

Modo Panorama

Quando nós vimos a Apple anunciar que os novos iPhones poderiam capturar panoramas em até 43 megapixels, ficamos com a dúvida: “Qual será a qualidade dessas imagens gigantescas?” Austin Mann nos responde isso com os exemplos que você vai ver logo abaixo.

Fotografia editada com o app Photos  e o VSCO

 Editada com o app Photos e o Snapseed

Fotografia editada com Photos App, Snapseed e Mextures

Fotografia não editada

Gravação de vídeos

Os resultados também são bem interessantes quando analisamos os vídeos que podem ser gravados com os novos iPhones 6 Plus — principalmente por causa do recursos de estabilização óptica. Confira abaixo alguns exemplos gravados pelo fotógrafo para mostrar as possibilidades trazidas pelos phablets da Apple.

Anúncios

iPhone Photography Awards.

“No Instagram todo mundo é fotógrafo.” Quantas vezes você já ouviu ou falou essa frase? Apesar de soar como uma crítica, a verdade é que é mesmo, pelo menos quem faz cliques através do iPhone – é o que diz o concurso mundial iPhone Photography Awards.

concurso1

Apesar da qualidade da câmera ainda deixar um pouco a desejar (poxa, Apple! Dá um jeitinho nisso aí!), tem muita gente – profissional e não profissional – arrasando nas imagens feitas pelo celular. Nossa timeline que o diga! Sentiu que você é uma dessas pessoas? Então se inscreve!

concurso2

Os ganhadores deste ano acabaram de sair (esse clique lindão aí de cima é um deles) e nenhum brasileiro levou troféu. Tá na hora de mudar esse jogo! Pra participar, basta pagar a taxa de aproximadamente R$6 por foto e inscrever até 20 imagens. Lembrando que Photoshop é proibido e apps em geral liberados :)

concurso3

Quem se animou e já está querendo separar fotos, entre os temas estão: viagens, comida, pessoas, paisagem, arquitetura, flores, etc. Pra se inscrever, é só clicar aqui. Ah, e quem ganhar não se esquece de dizer que viu aqui no Adoro! hihi!

Celular na mão e dessa vez ninguém pode reclamar: você vai fazer arte e, quem sabe, história. Boa sorte!


Fotos feitas com iPhone são premiadas nos Estados Unidos

O iPhone Photography Awards premiou imagens em 17 categorias

 

 

 Os vencedores da sétima competição anual de fotografia por iPhone foram divulgados nesta semana. O iPhone Photography Awards (IPPA) premiou com o primeiro lugar 17 fotos tiradas com o smartphone da Apple das seguintes categorias: animais, arquitetura, crianças, flores, comida, paisagem, estilo de vida, natureza, notícias/eventos, outros, panorama, pessoas, estações do ano, natureza morta, pôr do sol, viagem e árvores.

Ao todo, os

trabalhos vencedores deste ano somam 54 imagens, divididas pelo júri entre as primeiras, segundas e terceiras posições em cada categoria, além do prêmio especial.

Os ganhadores do prêmio principal, Fotógrafo do Ano, em que o júri escolhe os três melhores fotógrafos da competição, recebem um iPad Air de 16 GB. O primeiro colocado ganha também uma barra de ouro.

As fotos premiadas representam 17 países: Canadá, França, Alemanha, China, Irlanda, Israel, Itália, México, Romênia, Rússia, África do Sul, Espanha, Suécia, Suíça, Taiwan, Reino Unido e Estados Unidos.

As inscrições para a oitava edição do prêmio já está disponível no site do concurso.


iPhone 5s Camera Loses to Point-and-Shoot in Low Light

Beyond the hubbub about a fingerprint sensor that works on various other body parts, the big news about the iPhone 5s (starting at $199 with a two-year contract) is its new camera. Instead of squeezing in more megapixels, Apple chose to use bigger pixels to catch more light when illumination is scarce, and it added a novel flash meant to better match the natural lighting in a shot.

MORE: Best Free Photo Management Tools

Those improvements may make the iPhone 5s’ camera stronger when competing with other smartphone cameras, but it still doesn’t measure up to even a midrange point-and-shoot when the lights go low, as we found in a series of tests. The point-and-shoot is a dying product category. Why carry another piece of gear when you already have a camera in your pocket? For most people, a cellphone camera is good enough. But, in low light, at least, the iPhone is still no match for a “real” camera.

The challenge of dark photos

It’s hard to take a bad picture when light is plentiful. A blue sky or a bright room gives a camera all it needs — plenty of data with which to make a photo. It’s when light is scarce that a camera shines — or not. A sensor has to efficiently harvest all the photons it can, and an image processor has to take that fuzzy goop of data and make it pretty.

To see how the iPhone 5s stacks up, we put it against a $180 Canon PowerShot Elph 330 HS. That choice wasn’t random. Apple made a big deal about the size of the pixels in its new sensor: 1.5 microns (thousandths of a millimeter, or about 0.000039 inches) across. As tiny as that sounds, it’s 15 percent bigger than the pixels in the iPhone 5, and it puts the 5s camera in the range of point-and-shoots. The 330 HS comes very close, with pixels measuring 1.54 microns. We viewed the photos on a 13-inch MacBook Pro with Retina display, and we judged the quality at the sizes you would see on a smartphone screen or a site like Facebook.

MORE: Marblelike Lens for Smartphones Could Be DSLR Killer

We subjected both cameras to some miserable conditions — the terrace of a café at night and a group shot in a dimly lit conference room. In most of these conditions, the point-and-shoot was the clear winner. Both cameras were tested with their default settings, except that the iPhone 5s camera was set for high dynamic range (HDR) photos — a bonus feature that should be given a chance.

Outdoor photography

In the shot we took with the Canon at the café, not only was a woman sitting in front of the window brightly lit, but the window was crystal clear, affording an almost equally bright view of the interior. In the photo taken with the iPhone 5s, she appeared to be in a shadow, and the window was so grayish and fuzzy that it looked dirty.

Shooting over the terrace to the street was a challenge for both cameras. Everyone and everything looked like the subjects of a bad Monet. But the Canon’s photos were noticeably less fuzzy. It also handled points of lights from streetlights and porch lights fairly well, showing them as fuzzy circles, rather than the fuzzier circles emitting streaks of light in the iPhone 5s photos. That streaking effect is called lens flare and results in smaller cameras that lack a barrel that is long enough to diminish the intensity of stray or especially bright light before it reaches the sensor. Antireflective lens coatings can also help reduce lens flare.

One clear benefit of the iPhone 5s’ camera is the auto white balance. Its photos didn’t have the yellowish tint that we saw in most of the Canon pictures. That was enough to let it win one test — a photo of a cup and silverware on a tiled table. The white cup, napkin and patterns in the tile all looked true to life, while they were rather yellowish in the Canon photo.

Indoor portraits

But you rarely take photos of cups. You take photos of your friends. Here too, you’re much better off with the Canon. We found that by photographing three officemates — with a Benetton-style range of skin tones — in a poorly lit room.

Shooting with no flash, the Canon still captured a surprising amount of color — a bit too much, as the faces came out a bit ruddy. But the iPhone 5s, even in its high-dynamic range mode (which helps it bring out dark features), produced a dim image with a grayish pallor.

MORE: Sony Lens Attachments Turns Smartphone Into Serious Camera

Not surprisingly, the iPhone 5s did much better with the flash enabled. This phone camera has a special flash, possibly the first of its kind. It features two LEDs — one with an orangey or “warm” tone and one with a bluish or “cool” tone (known as color temperatures). By blending the two, the flash system is intended to adjust the color temperature to the surroundings. Our room had a slight “warm” look from overhead lights, and the dual flash did fit it well, rendering natural skin tones.

But it simply wasn’t bright enough. Even when the flash was used, the iPhone 5s’ photos still looked grayish. The Canon’s photos, on the other hand, were a bit too bright, with some features overexposed, but they were also more detailed and colorful, which we think made up for it. Since picture modes are a key feature of point-and-shoot cameras, we did try one: slow synchroflash. This feature allows the camera to pick up some of the ambient lighting before the flash fires, and it resulted in a pleasing photo with a warmer tone and fewer overexposed parts.

Do you still need a point-and-shoot?

Smartphone cameras are radically better than they were a few years ago. New sensor technology allows them to produce much brighter photos even without a flash, and better flashes have helped even more. Apple’s two-tone flash is a further step forward.

But our tests showed that smartphone cameras still aren’t quite up to par when used in the most challenging conditions: dark environments. Our Canon test unit’s photos were crisper and brighter and, ultimately, more pleasant-looking. And no matter how good Apple makes its iPhone camera in the future, it will probably not fit in the 10X optical zoom that the Canon 330 HS packs.

If you own an iPhone 5s and want to get the best pictures, you’ll need to pack a point-and-shoot. But if you don’t want the extra baggage, you’ll get photos that are good enough.

 

Fonte: http://www.tomsguide.com


Conheça um pouco mais da iSight, a nova câmera do iPhone 5S

Por Rafael Gazzarrini em 11 de Setembro de 2013

Conheça um pouco mais da iSight, a nova câmera do iPhone 5S

(Fonte da imagem: Reprodução/TheVerge)

 

É muito provável que você já conheça um pelo menos um pouco sobre o novo iPhone 5S, já que o aparelho foi apresentando pela Apple nesta terça-feira (10). O já famoso smartphone conta com um processador mais recente e reconhecimento de digitais, assim como um novo mecanismo voltado exclusivamente para as suas fotografias — e estamos falando da iSight.

Por mais que os seus materiais publicitários não batessem exatamente nesta característica, a companhia da Maçã afirmou que o seu celular inteligente continua tendo a câmera que precisa ser batida entre os mobile — por mais que algumas pessoas não concordem com isso. Para que isso possa ser encarado como verdade, o pessoal da Apple trabalhou forte para melhorar a qualidade de imagem de todas as suas fotos.

A chave está na luz…

Alegando que uma grande quantidade de pixels não significa, necessariamente, fotografias melhores, a Maçã começou a utilizar uma câmera com sensor 15% maior do que o usado no smartphone anterior e que trabalha com cinco camadas de lente. Isso permite que mais luz entre no mecanismo, gerando pixels maiores e um sistema 33% mais sensível a luminosidade.

De acordo com a Apple, por mais que a câmera conte com “apenas” 8 MP, este resultado gera imagens mais nítidas e bonitas. No entanto, o trabalho ainda não acaba por aí, já que a companhia também tinha o objetivo de tornar o ato de fotografar mais fácil e eficiente, por assim dizer, de modo que diferentes “auxiliares” foram surgindo para serem utilizados no smartphone.

Um flash inteligente

Conheça um pouco mais da iSight, a nova câmera do iPhone 5S(Fonte da imagem: Reprodução/Slashgear)

A iSight do iPhone 5S conta com uma matriz que trabalha com 15 medições diferentes. Por conta disso, o sistema de câmera é capaz de ajustar a exposição, tons de cor, balanço de branco e demais características de imagem, fornecendo uma fotografia que deve ser realmente bonita — mas é claro que tudo vai depender de como o seu registro foi feito.

Além de tudo isso, para evitar fotografias em que a luz estoura em ambientes escuros, a Maçã elaborou um flash duplo de LED. Uma das “lâmpadas” dele é branca, iluminando o ambiente escuro, enquanto a outra tem uma cor mais “quente”. Com isso, você não vai ter rostos excessivamente brancos ou uma foto em que somente a parede é destacada.

E ainda têm a câmera lenta…

Outro destaque que vale ser mencionado é o fato de que a câmera é capaz de filmar em até 120 frames por segundo (fps) e com resolução de 1280×720, o que possibilita efeitos de câmera lenta — um dos melhores dentro do segmento de smartphones. E, se você curte fotos panorâmicas, saiba que ela saem com qualidade de 28 MP com o iPhone 5S.

Caso você tenha gostado de saber um pouco mais sobre a nova câmera do smartphone da Apple e queira se informar sobre todas as especificações do aparelho, clique aqui e acesse um artigo do Tecmundo com tudo o que você precisa saber sobre o mais novo celular inteligente da Maçã.

Leia mais em: http://www.tecmundo.com.br/fotografia-e-design/44414-conheca-um-pouco-mais-da-isigth-a-nova-camera-do-iphone-5s.htm#ixzz2f4vLaiBm


Fotografia de rua com o Google Glass

Acessório pode mudar a fotografia de smartphones

 

Fotos: Koci Hernandez 
O fotógrafo Richard Koci Hernandez, da Koci Studios, ganhou um concurso do Google que lhe deu a oportunidade de adquirir o Google Glass. Por meio do acessório, Koci captou imagens que mostram o ponto de vista de um fotógrafo de rua ocasional, e como isso pode mudar o jeito com que as pessoas fotografam com smartphones, que ficou popularmente conhecido como “apontar e disparar” – em inglês, point-and-shoot.
Para tirar fotos, Koci só precisa apertar um botão na parte superior direita do Google Glass. Ele comenta que é como se você estivesse simplesmente ajustando seus óculos.
Segundo Koci, a qualidade das fotos também impressiona. Mesmo com apenas 5MP de resolução, o Google Glass apresentou qualidade superior às câmeras de outros dispositivos móveis, como a do iPhone 5. Veja o comparativo:
Foto tirada com o Google Glass
 
Foto tirada com o iPhone 5
 
Confira outras fotos no Instagram de Koci.

Cinco curtas metragens relacionados à fotografia

Esboço para fotografia

foto-esboço-para-fotografia-curta-metragem

Um menino descobre que através da fotografia ele pode guardar lembranças para sempre.  Bonito e poético.

Para assistir, clique no link: http://portacurtas.org.br/filme/?name=esboco_para_fotografia ou na imagem acima.

Summer Eleven 

Esse curta reúne imagens de Amsterdã, Berlim e Lisboa, todas fotografadas por um Iphone e postadas no Instagram. Criativo!

Veja esse curta e os outros no site Clicando com Arte, clicando aqui!


iPhone 5 e sua câmera de 8mp, o futuro está chegando

Artigo publicado por 

O mundo praticamente parou essa semana para ver o anúncio da Apple sobre o iPhone 5. Mas vamos isolar todos os recursos deste celular, e parar para analisar uma nova tendência, que além do iPhone vem se consolidando nos celulares mais modernos.

O iPhone 5 virá com uma câmera fotográfica de 8mp, com resolução de 3264 x 2448, com um sistema que permitirá que sejam retratadas fotos até mesmo em ambientes escuros, e segundo o fabricante com uma excelente qualidade, além de possibilitar também fotos panorâmicas. Para os entusiastas de vídeos, a câmera também irá realizar gravação em alta definição, com resolução de 1080p.

iPhone 5 iPhone 5 e sua câmera de 8mp, o futuro está chegando

Recentemente o fotógrafo Dan Chung do jornal The Guardian utilizou um iPhone 4s para retratar todos os eventos das Olimpíadas de Londres, e retratou imagens singulares.

E após ler o artigo de nosso amigo Alexandre Maia, referente à Sony RX1, a primeira compacta do mercado full-frame, fiquei com uma pulga atrás da orelha.

Sou um apaixonado por retratar minhas viagens, como qualquer um, mas de uns anos para cá venho acompanhando as mudanças no perfil dos viajantes retratando suas fotos. Aquele grupo (eu me incluo nele), que leva câmera, objetivas, flash, baterias, filtros, tem cada vez mais desaparecendo, e dando origem ao um volume espantoso de pessoa que tira um pequeno aparelho do bolso, e retrata a imagem da mesma forma que eu, com todo aquele equipamento, (não consideremos neste momento, todas as possíveis variáveis, de olhar, composição, qualidade, e outros de retratar a imagem).

Mas e se no ano que vem a Apple (ou outra fabricante) apresente um celular, com uma câmera full-frame, quem não ira querer experimentar essa a sensação de ter um pequeno objeto no bolso, sabendo que há um sensor full-frame.

Estamos iniciando uma nova etapa com o lançamento da Sony RX1, e toda a tecnologia que ela trouxe acoplada em uma compacta, tenho certeza que logo isso estará dentro de seu bolso, e espero ansioso por este momento.

 

Fonte: http://www.fotografia-dg.com


Ex-sem-teto retrata cotidiano de Londres em fotos

Há 12 anos, o romeno Viorel Popescu registra a cidade com uma câmera de mão ou um iPhone

Da Redação
Divulgação/Viorel Popescu

Viorel Popescu deixou a Romênia comunista na adolescência rumo à Alemanha. Depois, se mudou para a Bélgica, onde se tornou morador de rua e teve de mendigar para sobreviver. Em 2000, conseguiu se mudar para o Reino Unido, onde vive há 12 anos dirigindo guindastes.

E, desde então, esse romeno tem fotografado cenas do dia a dia londrino por meio das lentes de sua câmera de mão ou pelo iPhone – as estruturas de concreto, o predominante céu cinzento, o mundo subterrâneo, os grafites e outros sem-teto, como Popescu já foi um dia.

“Eu vim para Londres para uma aventura e acabei me casando com esta grande cidade. E eu amo todos os seus filhos”, diz Popescu.

Divulgação/Viorel Popescu

Divulgação/Viorel Popescu

Divulgação/Viorel Popescu

Divulgação/Viorel Popescu

 

 

Fonte: http://revistapegn.globo.com


Conheça seis aplicativos úteis para organizar seu casamento

com os apps é possível gerenciar o orçamento e até a decoração

Por Renata Demôro

Com tantas decisões, escolhas e degustações, as noivas modernas precisam otimizar o tempo. Mas hoje não é preciso andar com um caderno pesado, cheio de inspirações de revistas recortadas. Em versões para tablets e smartphones, práticos aplicativos deixam a organização do casamento ao alcance das mãos, ajudando na escolha do vestido, gerenciamento de custos, listas de convidados, fornecedores e até na combinação de cores para a decoração. Confira nossa seleção de favoritos:

  • 1
    Fábrica de Casamentos
    Gratuito e em português, o aplicativo administra 160 diferentes tarefas que envolvem a organização do casamento, como os documentos necessários para o cartório ou a igreja, escolha do vestido, decoração, listas de convidados e até o enxoval da casa nova. Com o programa é possível selecionar e cadastrar fornecedores no seu checklist. O app conta com empresas cadastradas nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia, entre outros, que podem ser agregadas ao gerenciamento dos profissionais. O aplicativo está disponível para iPhone e iPad na Apple Store.
  • 2
    Wedding Planning
    Em português, este aplicativo conta com uma interface simples e discreta e pode ser usado até pelo noivo. De fácil navegação, ele ajuda a planejar o casamento mês a mês, gerenciando orçamento, lista de convidados, atividades e decisões que precisam ser tomadas um ano antes até o grande dia. O aplicativo também conta com tarefas que devem ser realizadas após o casamento, como buscar o vestido na lavanderia ou preservar o buquê. Além de uma lista pronta, é possível criar novos itens e marcar as tarefas já concluídas. Gratuito, o Wedding Planning está disponível no Google Play para smartphones com sistema AndroidQuem possui iPad ou iPhone pode adquirir o aplicativo por $0.99 na Apple Store. 
  • 3
    myPANTONE Wedding & Events
    Criado por especialistas em cores, o aplicativo ajuda a visualizar a combinação de tons que você tem em mente para a decoração do casamento. O app conta com 200 combinações prontas, mas você pode montar sua própria paleta de inspirações com milhares de fotos disponíveis, entre bolos, vestidos, buquês, e outros itens do casamento, ou importar imagens selecionadas por você. Em um fundo customizável, as imagens são agrupadas na tela da forma que você quiser, bastando arrastá-las para criar seu “styleboard” personalizado. Em inglês, o myPANTONE Wedding & Events custa $4.99 e está disponível para iPad na Apple Store.
  • 4
    Vera Wang on Weddings
    Famosa por seus vestidos deslumbrantes, a estilista Vera Wang conta com um aplicativo que vai além da escolha do modelo para o grande dia. Com mais de mil fotos disponíveis, você pode montar um mural de inspirações, que ajudam a nortear a escolha das cores e do estilo do casamento. Com este app ainda é possível gerenciar as tarefas a fazer, montar listas de convidados, presentes e fornecedores. Você ainda pode escolher um Vera Wang para chamar de seu através de fotos dos vestidos ou assistindo, com exclusividade, a desfiles da grife. Em inglês, o Vera Wang on Weddings é gratuito e está disponível para iPhone e iPad na Apple Store.  
  • 5
    iWedding Deluxe
    Com telas customizáveis (é possível mudar a cor e o perfil), este aplicativo permite salvar fotos com inspirações para a decoração e até a lista de músicas em mp3 para mostrar ao DJ da festa. Inserindo o orçamento previsto para o casamento você gerencia contratos já fechados com fornecedores e acompanha a evolução dos gastos. Com um checklist mensal, o app ajuda a lembrar das degustações, visitas a casas de festas, provas do vestido, entre outras datas importantes que fazem parte dos preparativos. O iWedding Deluxe está disponível para iPhone e iPad por $5.99 na Apple Store
  • 6
    WeddingHappy
    Com este aplicativo é possível saber quantos dias faltam para o seu casamento (em uma verdadeira contagem regressiva), enviar e-mails para a sua mãe ou o noivo com lembretes de tarefas que não são suas, como a escolha do DJ ou das toalhas de mesa.  Sem necessidade de login ou conexão com redes sociais, as listas de tarefas, convidados e fornecedores são integradas ao seu calendário e agenda de contatos, facilitando o gerenciamento. A cada atividade concluída, você recebe selinhos por suas conquistas – o que a deixará cada vez mais próxima do dia do sim. Ainda é possível mudar a data do casamento sem resetar o aplicativo. Em inglês, o WeddingHappy é gratuito e está disponível para iPhone e iPad na Apple Store.